terça-feira, 18 de abril de 2017

"Convidámos...À conversa com" (2016/17)

À semelhança do que já aconteceu em anos anteriores e de que se deu conta nestes dois artigos de 2011/12, novamente, neste ano, se propôs a atividade "Convidámos...À conversa com", desenvolvida no âmbito do Projeto de leitura autónoma "Ler, lazer e aprender", para se falar e refletir sobre a relação que as pessoas estabelecem com os livros e a leitura.
Iremos, futuramente, reformular a designação da atividade para "Convidámos..À conversa sobre a leitura", já que, no projeto  "A Hora das Palavras", existe outra atividade designada por "À conversa com".
Em "Convidámos...À conversa com", são convidadas pessoas do interesse dos alunos que, atualmente, leiam e gostem de ler. Trata-se da única condição. O objetivo é que o convidado descreva a sua relação com a leitura. A estrutura da apresentação é livre. O tempo mínimo é sempre de 15 minutos, podendo ir até aos 45 min. conforme a disponibilidade do convidado.
Proposta a atividade às turmas do oitavo ano logo no início do ano letivo, no 2.º período, é sistematizado todo o processo, devendo os alunos procurar convidar alguém. E, a partir desse levantamento, são marcadas as sessões.
Prof.º Pedro Damião "À conversa com" 
os alunos do 8B, no dia 03.03.17.
Até ao momento estiveram presentes nas aulas do 8.ºA e 8.ºB dois convidados, respetivamente, no 8.ºA, o diretor do Agrupamento, professor Pedro Damião, a convite da professora de português e o encarregado de educação do aluno Ricardo Manuel, Luis Manuel. No 8.ºB, esteve também presente o diretor do Agrupamento e a encarregada de educação da aluna Joice Santos, Ângela Duarte.
Luís Manuel, Encarregado de Educação
de Ricardo Manuel"À conversa com"
os alunos do 8A, no dia 10.03.17
Ângela Duarte*, Encarregada de Educação
de Joice Santos conversou com
os alunos do 8B, no dia 23 de março.
* Por questões técnicas não nos é possível publicar fotos do dia 23, pelo que optámos por publicar a foto do dia em que Ângela Duarte apresentou o seu livro, Dependência Passiva.

Apresentamos, de seguida, o feedback da iniciativa feito pelos vários intervenientes, alunos, encarregados de educação e professor Pedro Damião, diretor do Agrupamento.
No caso dos alunos, na aula posterior às atividades, sugeriu-se que fosse feito um breve comentário (orientado). Os alunos do 8.ºA elaboraram o comentário sobre a presença do encarregado de educação Luis Manuel e, no caso do 8.ºB, a escolha recaiu sobre a presença do professor Pedro Damião.
Formalmente, e por gestão do tempo em final de período, ainda não foi feita a reflexão sobre a presença da encarregada de educação, Ângela Duarte. No entanto, esse momento irá ser desenvolvido no início do 3.º período. 

Pela proposta, num mínimo de 60 palavras, os alunos deveriam redigir um breve comentário onde contextualização a atividade, se pronunciassem sobre o cumprimento do seu objetivo e, ainda, manifestassem a sua opinião pessoal sobre a aprendizagem.
Publicaremos apenas algumas das palavras onde os alunos manifestam as suas impressões pessoais. Posteriormente, faremos outro post onde serão publicados alguns dos textos integralmente. 


03.03.17 - Sobre a presença do Professor Pedro Damião 

"Eu, pessoalmente, gostei da atividade, porque o professor conseguiu mesmo prender a atenção de todos nós, turma, e tudo o que disse foi muito interessante pertinente. As sensações e experiência que partilhou foram muito interessantes." - Pedro Pires 

"Gostei bastante desta atividade. Senti-me presa e mesmo "obrigada" a não fazer mais nada senão ouvir. Está bem que era o diretor e eu até podia optar por estar quieta e a navegar nos meus pensamentos, mas isso não aconteceu. Adorei a atividade, pois nunca pensei que o Diretor fosse alguém assim. (...) Eu pessoalmente quero muito ler O perfume e A filha do Comandante." - Joice Santos

"Eu senti-me bem ao ver o professor Damião falar, eu gostei sobre como falava da sua história com os livros, de como gostava de "cheirar os livros". (...) Eu queria que o professor voltasse a repetir porque valia a pena." - Mário Susan

"Enquanto o professor Pedro estava a falar, eu sentia que o professor gostava mesmo de ler e se sentia bem em fazê-lo." - Pedro Pignatelli.

10.03.17 - Sobre a presença do encarregado de educação Luis Manuel 


"Eu senti que é uma pessoa que não só gosta de ler como tem de o fazer por causa da sua atividade profissional. Gostei bastante da sua maneira de ver a leitura que é um pouco diferente da minha porque é uma maneira de sentir os livros "com o coração". Com certeza, um momento para repetir.Vale a pena, sim. " - José Gomes

"Uma das frases do senhor Luis Manuel foi a de ler muito a coleção dos "Cinco" e também uma das histórias contadas foi a de que gostava muito de estar no lugar dos alunos e que era normal nós não escolhermos os livros da escola porque normalmente nós lemos os livros da escola porque somos obrigados.
Nesse momento, fiquei mais interessada e empolgada. E gostei muito das histórias que contou porque a maneira como as contava era como se nos deixasse o mistério. Acho que deveria ser um momento para repetir." - Marta Domingues

Aos convidados, pedimos que nos falassem da experiência, do que tenham sentido e da pertinência da atividade. E as respostas foram:


"Gostei imenso, foi uma experiência nova e muito gratificante.Conversar com pré-adolescentes pode ser sempre interessante desde que eles também revelem vontade de o fazer." - Ângela Duarte

"Foi com grande surpresa e, simultâneamente, alegria que recebi o convite para ir até à sala de aula da disciplina de Português do 8ºA ter uma conversa com os colegas do meu filho Ricardo. Tema da conversa, a importância da leitura e de que forma esta faz parte da nossa vida.
Fiquei com a sensação de que os alunos ali presentes entenderam o que foi a leitura para a minha vida e de que forma esta contribuiu para fazer o que faço hoje, assim como, ainda que de uma forma mais subtil, deram a entender como a aventura da leitura é importante para eles e assim se manterá ao longo dos anos, mesmo que não tenham uma perceção interiorizada da mesma.
Foi sem dúvida uma aventura extraordinária poder partilhar com estes jovens um pouco daquilo que a leitura nos dá todos os dias, seja ela de ficção, científica ou meramente informativa." - Luis Manuel


"O que senti na experiência?
Estar com uma turma para falar de algo que me encanta, como os livros e a leitura, é sempre uma excelente experiência. A Escola e a sala de aula é o lugar onde me realizo, seja a falar de Geografia ou de livros, e com esta experiência senti-me muito bem por ter voltado ao meu meio profissional mais natural. 

Relevância da atividade
Os adultos de hoje foram outrora adolescentes, pelo que falar na primeira pessoa sobre a relação com os livros e com a leitura, que se começou a desenhar nessa fase da vida, parece-me ser uma excelente iniciativa para estimular essa relação nos jovens que nos escutam. Transmitindo o entusiasmo que sinto na minha relação com os livros e com a leitura, procuro ganhar adeptos para esta causa maior que é a leitura, que tanta importância tem para a formação dos jovens." - Pedro Damião






Sem comentários: