quinta-feira, 24 de março de 2011

Ter objetivos


Nada melhor do que dar o nosso próprio exemplo, certo? Então é isso que vou fazer. Para começar, este é o meu objectivo (para já): passar de ano e ir para a Escola Secundária da Lourinhã. Seguidamente será a universidade, mas isso já é outro assunto.
Ora bem, porque não meter logo no meu objectivo “casar, construir e criar uma família e um emprego com estabilidade” ?  Isto porque é o que a maioria das pessoas diz… A meu ver, considero que isto são “objectivos a mais”. Ou seja: nós não somos bruxos, não sabemos o que vai acontecer no futuro. Por isso, porque estar já a pensar numa coisa tão distante? Aliás, para conseguirmos ter uma casa, temos de ter um emprego. E para arranjar um emprego, é preciso estudar. Sem estudos, não há emprego, se não há emprego não há dinheiro, se não há dinheiro não podemos construir uma casa para a nossa família. Por isso, temos de apostar em nós, e agora. Porque se não for agora, não vai ser daqui a dez anos.
Para mim, é necessário definirmos os nossos objectivos aos poucos e poucos, para os irmos alcançando e sentirmo-nos vitoriosos (eu acho que isso é muito importante porque nos dá força e vontade para tentarmos alcançar os próximos objectivos). Para eu alcançar o meu objectivo, vou aplicar-me muito. Isto é, vou estudar muito, fazer todos os trabalhos de casa, participar na aula, tomar atenção, etc.
Porque, sem esforço, não conseguimos chegar aos nossos objectivos.
Patrícia Cruz, 9ºC


Empenho e informação
Como todos os alunos do nono ano ou anos inferiores, têm como objectivo passar o ano, ou seja, subir mais um “degrau” na sua vida. Pelo menos, é o que eu penso e o que eu quero para mim!
Para que uma pessoa consiga chegar aos seus objectivos, tem que ter acesso a informação suficiente, isto é, no caso dos alunos, têm que ter a matéria necessária para estudarem, no caso dos historiadores, precisam de datas, de informações importantes, entre outros, … Mas, não é só preciso informação, também temos que nos esforçar para completarmos algo que nos falta. Se só tivermos informação e não tivermos interesse em aprofundá-la, não nos irá servir de nada.
Eu falo de mim, se só conseguisse ter informação (matérias estudadas anteriormente) nunca iria conseguir passar de ano, porque a informação não é tudo, também precisamos de ter empenho. Então, todas as pessoas podem perguntar:
- Para conseguir triunfar, preciso de informação e também de empenho?
É evidente que sim, porque como eu disse em cima, precisamos de tudo para subir e superar os nossos objectivos, para passar para o outro lado da linha. Quanto mais informação e empenho, melhor!
Mariana Ferreira, 9ºC


“Água mole em pedra dura tanto bate ate que fura”
Tal como o próprio título indica, quanto mais nos esforçamos por alcançar objectivos que tenhamos em mente, maior a probabilidade de os conseguirmos alcançar é. Em primeiro lugar, queria mostrar um exemplo bastante bom de como quanto mais batalhamos melhor alcançamos os nossos objectivos. É na escola! Na escola há os alunos que lá vão passear e há os que lá vão estudar, pensado no melhor para o seu futuro, como no meu caso. Penso eu! No caso dos que levam a escola a sério e estudam bastante, se tudo lhes correr bem, a batalham tanto para conseguirem o futuro dos seus sonhos que certamente lá chegarão! No caso dos que andam a passear pela escola, esses nem sempre têm um futuro de sonho, muitas vezes até nem sonhos têm! E como estava a dizer, muito provavelmente o sonho deles não vai ser tão risonho como os que realmente se esforçam e trabalham para que o seu futuro seja melhor. Para esse caso só acho que se devam tentar esforçar por encontrar um objectivo que valha realmente a pena lutar, e logo verão que quanto mais lutarem por ele, mais provável é conseguirem alcançá-lo. Aqui apenas referi o contexto do estudo, mas há outras áreas como o amor e o trabalho que também têm objectivos que se batalhar por eles vai ver que os conseguirá alcançar!
Hugo Henriques, 9ºC


Objectivos do futuro
Todos nós temos objectivos na vida. Se não temos, deveríamos ter. Isto é, com que objectivo vive alguém, que não tem objectivos? Que não possui um sonho que queira concretizar? Não me parece adequado.
Mas, embora ter um objectivo seja importante, não é tarefa fácil. Ou se tem muita sorte na vida (algo extraordinariamente raro), ou se agarra em nós próprios e se faz pelo que se tem em mente. A este propósito, eu penso que o melhor ponto de partida é, sobretudo, a força de vontade. Porque “quem corre por gosto, não cansa”.
Porém, não é o bastante. Há ainda um determinado número de experiências pelas quais se tem de passar. Experiências que nos ajudem a crescer e a formar uma personalidade. Como, por exemplo, a escola. É na escola que nasce o talento, a responsabilidade, o empenho… Enfim, tudo coisas essenciais para o sucesso.
E existe outro factor importante: A paciência. Muitas vezes deparamo-nos com dificuldades e situações que não são do nosso agrado. Como uma disciplina escolar muito chata. Mas se não há como escapar-lhe, o melhor é ter calma e adaptarmo-nos a ela. Ignorar os obstáculos temporariamente, vai fazê-los piorar mais tarde. Portanto, devemos saber dar a volta por cima!

Certamente que isto não acaba aqui. Há ainda muito pano para mangas nesta matéria. Mas eis porque é difícil alcançar um objectivo. É um trabalho difícil, e só os valentes lá conseguem chegar.

Ecaterina Ciobanu, 9ºC


Os objectivos e o Futuro
Para começar, eu penso muito no Futuro e quais são os objectivos que tenho que alcançar, num primeiro momento, não me parecem fáceis, só que eu também acho que tudo é possível, basta querermos. Isto é, se quero bastante algo, terei que lutar para conseguir tê-lo, com, por exemplo: - eu neste momento estou no 9º e é um ano que para mim está a ser muito difícil por diversas coisas, mas mesmo assim o meu objectivo é passar para o 10º e isso é o que eu tenho de conseguir!
Eu penso que terei que lutar muito para conseguir passar de ano, apesar das dificuldades todas que tenho. Esse é o meu objectivo para o futuro. Como ainda terei que decidir este ano qual o curso que seguirei, nada será fácil… Mas temos que lutar para conseguir alcançar a nossa meta, neste caso a minha meta este ano será passar para o 10º. 
Como é possível conseguir tudo o que quero? Esta deverá ser a pergunta que bastantes pessoas fazem a si próprias, é como eu digo lutando; não se pode desistir nunca.
A nossa vida será sempre assim, lutando pelos nossos objectivos sem nunca desistir deles.
Andreia Ricardo, 9ºC


Em primeiro lugar, se uma pessoa se esforçar por ter alguma coisa que queira, (por exemplo ter um emprego numa empresa prestigiada e ganhar um bom salário, ou ter uma casa de luxo, ou fazer a viajem dos seus sonhos)! Mas para conseguir isso é só precioso ter ambição?
- A minha resposta é não, a ambição pode ajudar, mas se não tivermos pessoas que nos suportem quando falhamos em alguma coisa da vida e nos ajudem a recuperar o ânimo ou então os conhecimentos suficiente numa determinada área, nunca vamos poder subir na vida e conseguir o que queremos.
Isto é, vamos sempre precisar de muita força de vontade para termos as coisas que queremos, mas depois quando conseguirmos atingir os nossos objectivos, temos de conseguir ficar por lá, senão todo o nosso esforço não vai valer a pena...
Pelo contrário, se não nos esforçarmos nunca vamos obter o objectivo que queremos alcançar, por isso é melhor que se uma pessoa quiser algo, faça por merecê-la e não fique à espera que consiga o que queira sem fazer esforço.
Em conclusão, esforcem-se para conseguirem o que querem e não se deixem ir a baixo se uma vez não conseguirem o que querem, que de certeza vão conseguir alcançar os seus objectivos se tentarem novamente.
Bruno Ferreira, 9ºC

Sem comentários: