segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A aventura da princesa

Num dos testes escritos, no terceiro grupo, pedia-se que os alunos dessem continuidade a uma história:


Era uma vez uma menina muito bela que, numa manhã de Primavera, foi passear para uma floresta próxima de um palácio.
De repente encontrou uma cobra que lhe disse:
- Olá, o que fazes aqui?
A menina ficou atrapalhada e respondeu:
- Ando a passear, não me faças mal.
- Não te preocupes, eu sou vegetariana – retorquiu a cobra.
A menina continuou a andar, até que encontrou um porco a chorar e perguntou-lhe:
- O que se passa?
O porco respondeu:
- Não posso contar, é segredo.
A menina ficou espantada e seguiu caminho.
Pelo caminho encontrou uma casa e bateu à porta. Saíram lá de dentro cinco mulherezinhas, do tamanho de um dedo. A menina perguntou o que elas faziam ali, mas também era segrego.
 De repente, a menina tropeçou numa pedra, bateu com a cabeça numa árvore e desmaiou. Quando acordou, estava num palácio muito feio, onde vivia uma bruxa muito esquisita. 
A menina olhou à sua volta, mas não sabia onde estava, até que a cobra espreitou à janela e chamou-a. Ela chegou lá fora e a cobra ajudou-a a sair dali.
Pelo caminho encontrou o porco que lhe pediu um beijinho. 
Sem perceber porquê, a menina deu-lho e o porco transformou-se num príncipe.
- Ah! – exclamou ela.
- Foi uma bruxa que me transformou em porco. Há cinco mulherezinhas na floresta, que são as criadas dela e estavam a tomar conta de mim para ninguém me beijar, mas elas a esta hora estão sempre a dormir – disse o menino.
Assim, a menina apaixonou-se pelo rapaz, casaram e viveram felizes para sempre.

Maria Inês Oliveira, 7ºAno




Sem comentários: