domingo, 24 de maio de 2009

Cuidar dos animais de estimação

Quando aceitamos ter animais domésticos em casa, devemos interrogarmo-nos: será que vou tomar bem conta dele?; Há espaço suficiente para o animal?; Tenho possibilidades de o alimentar/levar ao veterinário?

Agora, tem acontecido que os donos têm animais em suas casas, mas chegam à conclusão que: estes são muito dispendiosos, não têm espaço em casa, não têm “paciência” para cuidar deles.
A maneira mais fácil de “se livrarem” deste “peso” é abandoná-los… e este ficam, aí, sozinhos pelas ruas, sem alimento, ou qualquer tipo de abrigo…

Revoltemo-nos contra estas gentes!

Devia haver medidas mais duras para este tipo de pessoas, como: trabalhar voluntariamente num canil (“penas” mais leves); ou até prendê-las (durante algum – não muito – tempo), para aprenderem que abandonar animais não é solução. A meu ver, estas pessoas também poderiam assistir a palestras sobre “!Como tratar os animais”, pôr os seus deveres em prática (observadas por alguém) e ainda visionar factos reais para perceberem o mal que fazem aos ‘bichos’ sempre que os largam na rua.

Não tenham receio e participem destas pessoas à Polícia, já que é um crime abandonarem o animal de estimação.

Sara Félix
8ºE