quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Duas pequenas grandes diferenças escolares

Parecendo que não, ir à escola, não é o mesmo que estar realmente na escola, visto que, muitos vão à escola mas é mesmo só para escapar às faltas e não fazem nenhum, ou por outro lado, fazer até fazem, só que fazem asneiras. O estar realmente na escola implica estar lá, por inteiro, ter lá a cabeça, pronta a aprender.

Para dar um exemplo, ir ao supermercado, não é a mesma coisa que estar num supermercado. Seguindo a lógica, ir ao supermercado é apenas ir lá, fazer o que há para fazer e depois sair. Estar no supermercado é, por exemplo, um empregado, que está lá, mesmo, bastante tempo.

Muitas vezes, os que vão à escola, são os que são conhecidos por ir passear os livros, os “baldas”, regra quase geral: repetentes!

A maioria usa mesmo o termo “vou à escola”, e até dá a impressa de que: “vou até à escola” ou “também vou à escola”, enquanto que, se for dito: “vou para a escola”, já dá a ideia de que vai lá estar, vai cumprir come deve ser o seu dever.

Enfim, é pena que os que “ vão à escola” não se apercebam que estar na escola é algo fundamental e benéfico, essencialmente para o seu futuro!

Filipa Portela, 9ºC


Sem comentários: