domingo, 16 de novembro de 2008

Preso pela sua mente conservada pelos pais

Continua a ler

Põe-te a estudar

Tens de te mexer

Se um doutor te queres tornar

Para seres aquilo

Com que os teus pais estão a sonhar

Para não seres

Como um velho bêbado na estrada

Que não tem nada

Por isso te digo

Não fiques um mendigo

Torna-te doutor

Mas isso é um seca

Mas também não queiras ter um emprego de "meia leca"

Assim és o marrão filho de um ricalhaço

Por isso marrão filho dum ricalhaço

A tua inteligência não tem de ser de aço

Por faz como eu digo e como eu faço

Enfrenta os teus pais

Nem que eles te deixem num cais

Diz o que queres fazer

E isso é saber viver

Dominique, 8º D

Sem comentários: