quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Mediocridade



Neste mundo

Vou buscar ideias ao fundo

Para regressar à tona

E ver que aqui só se ouve Madonna

Essa mediocridade

De falta de mentalidade

Vendo que é tudo a mesma coisa

Os ricos na cidade

E os pobres a lavar a loiça

Isto é estar farto de viver rodeado de gente mediocre

Que pensam que a idade

É igual a mentalidade

E a sua cor preferida é o ocre

Este último verso foi medíocre

Mas não é nada se for comparado com certas mentalidades

Aqui não se contam as idades

Não há respeito

E leva-se tudo a peito.


Dominique Martinho, 7º F

Sem comentários: