quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Por uma boa causa

Finalmente chegou o dia, a partir de hoje existirá o que sempre sonhei, as mulheres com cancro vão ser apoiadas e tratadas como pessoas normais.

Em seguida, entrámos na enorme sala, as luzes ligaram-se (cores lindas, os panos magníficos, as roupas espectaculares) os sorrisos, das pessoas, eram mágicos ao ver aquele cenário.

Porém, só tínhamos hora e meia para nos prepararmos para o grande desfile; e ainda faltava a maquilhagem e vestir as magnificas modelos.

O sorriso delas era tão belo, mas notava-se o medo de algo não correr bem.

Assim, espreitei por um pequeno buraquinho, entre as belas cortinas, e fiquei de boca aberta ao ver a sala completamente cheia de pessoas que tinham vindo para ver o desfile, no entanto não lhes disse nada, pois elas iriam ficar mais nervosas.

Começou o desfile, tudo estava a correr bem, via no olhar das pessoas o ânimo e o divertimento.

Na verdade, estava a correr muito melhor do que tínhamos previsto!

No fim, apareceu um cartaz por surpresa e que dizia “Somos iguais a todos vós, apenas tivemos um problema de saúde, aceitem-nos como somos!”.

Concluindo, todos aplaudiram, gostaram muito do desfile e todos foram tratados sem discriminação.

Joana Bartolomeu, 9ºA

Sem comentários: